De forma geral, o empreendedor só considera a hipótese de recorrer a uma Consultoria Empresarial em um estágio mais avançado da evolução da sua empresa, e quase nunca recorre a esse tipo de assistência durante os passos iniciais da abertura do seu negócio. Em outras palavras, ele só pensa realmente em buscar ajuda para a solução dos problemas de sua organização, depois que esses problemas aparecem. Visto sob esse aspecto essa até parece ser uma postura racional, para que diabos irá ele buscar soluções para problemas que sequer existem ainda?

A Consultoria Na Abertura De Uma Nova EmpresaO que acontece na verdade, é que a maioria dos problemas que afligem grande parte das empresas são problemas que se repetem rotineiramente. Se você decidir buscar a assistência de uma Consultoria Empresarial para ajudá-lo a superar uma determinada dificuldade que eventualmente tenha surgido na operação dos seus negócios, há uma chance enorme, muito grande mesmo, de tratar-se de um problema já vivido por inúmeras empresas antes da sua, e que já existam portanto soluções testadas na prática, e que deram certo um monte de vezes no passado.

Essa é a grande vantagem de contratar-se uma Consultoria Empresarial durante os passos iniciais do estabelecimento de uma empresa, seja qual for a sua área de atuação. Sob a orientação de Consultores que já viram esse filme por dezenas, senão centenas de vezes antes, o empreendedor evita cair nas armadilhas manjadas que espreitam todo empresário inexperiente, economizando tempo e dinheiro nos estágios iniciais do seu negócio, ao não precisar repetir as mancadas que outros deram antes dele.

Leia mais:   Plano de Negócio ou Estudo (Análise) de Viabilidade de Negócio?

Ao recorrer a uma Consultoria Empresarial competente antes mesmo de abrir as portas do seu negócio, a primeira recomendação que o empreendedor iniciante receberá, com certeza, será a elaboração de um Plano Estratégico, um cuidado negligenciado por uma assombrosa maioria de novatos. Um plano desse tipo irá dar-lhe critérios para medir se o seu negócio está indo para a frente, ou então esteja passando por um momento de estagnação ou, quem sabe mesmo, dando para trás.

Ao debruçar-se sobre o seu plano, o empreendedor terá uma visão um tanto clara se dispõe dos recursos materiais e humanos necessários ao seu sucesso e, em caso negativo, traçar estratégias de curto, médio, e longo prazo, para alocar esses recursos de forma a atender de forma satisfatória as demandas do seu plano. Uma outra ramificação natural desse Plano Estratégico será proceder a uma minuciosa organização do trabalho nos vários setores da empresa, com o fim de atingir-se uma economia e uma eficiência máxima na perseguição das metas estipuladas pelo corrente plano.

Quando acionada de forma prematura, uma boa Consultoria Empresarial terá ainda a oportunidade de proceder a um levantamento preciso das necessidades tecnológicas da organização, de modo a supri-la com os softwares e aplicativos indispensáveis à automatização de suas rotinas.

Na realidade, se o empreendedor somente se decidir a buscar a assistência de uma Consultoria Empresarial em um estágio posterior da evolução do seu negócio, muitos dos passos descritos acima serão ainda válidos. Mas ao fazê-lo já no início, os ganhos relativos ao fator tempo são óbvios, com os resultados aparecendo em um prazo um tanto mais curto.

Leia mais:   O dia a dia de um Consultor Empresarial

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?