Resenha do estudo desenvolvido pelo autor, Natanael de Assis Paiva.

No cenário globalizado do século XXI, as empresas, sejam elas públicas ou privadas, precisam de um líder que possam coordená-las e organizá-las. Na maioria das organizações, não está sendo possível identificar um líder pelo fato da empresa preocupar-se em gerar lucros e, muitas vezes, esquece-se do setor de produção, de onde se gera a lucratividade da empresa.

A partir deste conceito pode-se analisar algumas teorias referente  a liderança, alguns tipos de lideres, conceito de organização e cultura organizacional.

Líder é a pessoa que através de suas aptidões, consegue influenciar o comportamento de seus liderados a fim de alcançar os objetivos desejados, seja grupal ou organizacional. A liderança por sua vez, não é apenas um processo de atuação ou comportamento, é um processo de construção da realidade baseado no poder.

Com base neste conceito observam-se alguns tipos de liderança como a transformacional. Aquele cujo líder e seguidores elevam um ao outro a níveis mais altos de moralidade e motivação, o líder possui como característica o carisma, apontando também a confiança nos seguidores.

Neste aspecto a cultura organizacional tem o papel de individualizar a organização no que diz respeito a suas características na forma de atuar internamente, ou seja, com seus colaboradores e atividades, e externamente na maneira de se portar perante o mercado.

Para compreender melhor como um líder atua dentro de uma organização será exposta a caracterização estratificação social dentro das organizações, a sua definição e sua importância ao longo da história, a fim de tornar mais fácil ao leitor a compreensão de como pode surgir a liderança no setor de produção de uma organização.

Leia mais:   Gestão de Crise Financeira: Primeiros Passos

A estratificação social são critérios baseados nos quais os grupos humanos se compõem hierarquicamente mediante um diferente destaque social. Como chama a atenção Machado Neto (1980, p.105), a estratificação propriamente dita nada mais que aquela baseada na raça, cultura, ritmo de vida ou sociedade em que classifica o individuo de acordo com sua idade ou sexo.

Diante disto pode-se dizer que a estratificação social, ressalta que as características das organizações são de particular importância na determinação da renda e mobilidade dos indivíduos.

O líder, ao orientar as pessoas nos trabalhos, é um agente capaz de fazer com que o comprometimento dos colaboradores aumente e estes se tornem mais produtivos no dia-a-dia. Espera-se que, a partir de seu comportamento e ação na empresa, os funcionários se sintam parte do processo, como parte ativa de uma construção conjunta pela busca de resultados pré-estabelecidos pelos gestores organizacionais.

É possível identificar também o quanto é relevante a ação de uma liderança carismática, transformacional, que dê oportunidades aos membros da empresa e que trabalhe sob uma abordagem holística, onde todos entendem que a soma de esforços resulta, evidentemente, em conquistas coletivas.

Desta forma o líder, que é formado no setor de produção de uma organização, deve ser a ligação entre as estratégias organizacionais, que acabam muitas das vezes, não levando em consideração os pontos de vista daqueles que, na base de uma estrutura organizacional, constituem a força que move a empresa.

Leia mais:   Empreendedorismo corporativo: uma mudança no comportamento organizacional para obtenção da competitividade

Assim, o líder do setor de produção deve fazer com que as ações de seus colaboradores expresse seu devido valor, sendo de fundamental importância dentro das concepções estratégicas, metas e objetivos de uma organização.

Seguir trabalho na integra

ProLucro

Related Post

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?