Regras de etiqueta que todo empreendedor deveria respeitar
Quero Consultoria

Preencha nosso formulário, logo entraremos em contato.

Algumas regras de etiqueta que todo empreendedor deveria respeitar

regras de etiqueta para empreendedoresNo ritmo muitas vezes selvagem do mundo dos negócios, as pessoas acabam cometendo pequenos deslizes que podem pegar muitíssimo mal. Esta não é de modo algum uma lista definitiva, mas vale a pena esforçar-se no sentido de evitar essas indelicadezas com parceiros, clientes, fornecedores ou quem quer que seja.

Não ser pontual.

Deixar os outros esperando é o mesmo que dizer, “a sua vida pode ser curta, mas não tão curta e nem tão importante quanto a minha.” Todos nós sabemos o quanto é duro manter uma agenda perfeita, mas não é impossível ser pontual, se você decidir que isso é importante para você. Ainda que muitas pessoas “ocupadíssimas” possam querer negar, chegar na hora – ou atrasado – é uma escolha, seja ela consciente ou não.

Evasão de comunicação.

Isso acontece a toda hora – o telefone toca, o sr. Importante olha para a tela e não atende a chamada, apesar de poder perfeitamente fazê-lo, e então digita imediatamente um texto que diz “o que há de novo?” ou coisa que o valha, por nenhuma outra razão senão a de evitar falar com você. Isso é uma desconsideração que pode dar-lhe ares de arrogância, além de ser ineficiente.

E o contrário… abuso do telefone.

Nos dias de hoje, isso já tornou-se óbvio, mas parece que todos perderam o auto-controle quando se trata do vício do celular ou do smartphone. Vemos isso o tempo todo: usando o telefone em banheiros públicos, digitando textos durante uma conversa ou reunião, enviando emails em um restaurante elegante. A mensagem é curta e grossa, você não tem muita consideração pela pessoa que está em sua companhia naquele momento.

Pedir para enviarem-lhe mensagens, e depois ignorá-las.

Se você tem uma caixa de voicemail, ou disponibiliza qualquer outro meio para deixarem-lhe mensagens, isso implica que você deve checá-las e reagir a elas. Porém, cada vez mais gente que utiliza a gravação padrão “deixe uma mensagem e logo responderei” jamais visita a caixa para ver se há alguma coisa. Se você não deseja receber mensagens, ou não pretende respondê-las, tudo bem – simplesmente não peça para deixarem uma mensagem. Desabilite a sua caixa de voicemail, ou deixe uma mensagem dizendo que você não costuma checá-la. Nada mais simples.

Ser ingrato.

Se alguém fizer algo bacana por você, demonstre a sua gratidão. Na maioria das vezes, basta que você simplesmente diga “muito obrigado.” A gratidão às vezes parece estar à beira da extinção nos dias de hoje.

Exigir, em vez de pedir.

Quando deixamos de dizer “por favor” – ou algo equivalente – um pedido pode soar como uma ordem, mesmo se não houver sido essa a sua intenção. Isso em parte é um infeliz sub-produto da linguagem do mundo dos negócios – onde aquele que usa menos palavras é claramente o mais ocupado e o mais importante. Mas existem quilômetros de diferença no tom de “por favor, traga-me aquele relatório” e “traga-me aquele relatório.” É claro que o seu interlocutor vai entendê-lo de um jeito ou de outro, mas o que custa acrescentar uma palavrinha? Se você for do tipo afobado, experimente escrever “fvr” (é melhor do que nada).

O manto do anonimato.

Notas que não contêm nomes – especialmente quando dirigidas a clientes que possam querer ou precisar responder-lhe, ou mesmo organizar os seus arquivos – são o fim da picada. Se você estiver escrevendo a alguém que ainda não o conhece, não deixe de incluir o seu nome. De quem você está se escondendo, e porquê?

Omitir o nome dos outros.

Não é para você mencionar o nome de todas as pessoas importantes que você conhece. Mas não dirigir-se a alguém pelo nome quando você pode e deve fazê-lo. Isso é algo que acontece o tempo todo em serviços (ruins) de suporte ao cliente. Se alguém informar-lhe o seu nome, utilize-o para dirigir-se a ele.

Dispensa de candidatos a emprego.

Muitas vezes o sujeito é entrevistado por uma empresa, e nunca mais é procurado por ela de novo. Se você considerou que valia a pena entrevistar alguém, essa pessoa merece um retorno, mesmo que não seja aproveitada.

Encher o saco dos outros 99% do universo.

Infelizmente, muitos empresários comportam-se como se fossem o centro do universo. Não importa se a sua área de atuação limita-se a uma pequena cidadezinha, ou se você faz negócios com todo o planeta. A cortesia tranquila e humilde é uma linguagem que pode ser compreendida em qualquer lugar.

Mesmo quando tentamos forçar-nos a um alto padrão de educação, vivemos em uma sociedade e rodeados por uma tecnologia que tornam muito difícil, mesmo para o mais impecável profissional, evitar sermos rudes e indelicados. Como eu disse, essa lista é incompleta, e existem um monte de outras formas de se causar uma má impressão. Faça a sua própria lista – e evite recair nos mesmos erros.

Marco Fernandes

ProLucro Consultoria Empresarial

[randomtext category=”DPE”]

Leia mais

ABRIR UM NOVO NEGÓCIO

Plano de negócios

Começar do zero, abrir uma filial, comprar uma empresa aberta, entrar de sociedade, investir nos outros…
A ProLucro vai te auxiliar.
Saber mais

MELHORAR MEU NEGÓCIO ATUAL

VAMOS LÁ!

Organizar, crescer, aumentar o lucro, sair da crise, trabalhar com mais prazer, trabalhar menos, fazer minha sucessão…
A ProLucro vai te auxiliar.
Saiba Mais

CONSULTORIA ONLINE

VAMOS LÁ!

Conte com nossos profissionais para aumento do desempenho e sucesso do seu negócio.
A ProLucro vai te auxiliar.
Saiba Mais

SABER QUANTO VALE MEU NEGÓCIO

VAMOS LÁ!

Querem comprar meu negócio, às vezes penso em vender, tenho um investidor interessado, quero saber o valor da minha empresa…
ProLucro vai te auxiliar.
Saiba Mais

Compartilhe

Quer conversar com um consultor sem compromisso?

Quero!

Preencha nosso formulário, logo entraremos em contato.

Cadastre-se em nossa Newsletter

Receba dicas e novidades exclusivas da ProLucro direto em seu e-mail.