Ainda que muitas vezes o empreendedor dê início sozinho ao seu negócio, não raro ele concluirá mais adiante que o crescimento da sua organização poderá ganhar um poderoso impulso através do concurso de terceiros, na forma da admissão de novos sócios portadores de um capital adicional, do aporte de investidores em busca de oportunidades interessantes no mercado, ou mesmo através da contratação de uma linha de crédito junto a um banco ou outro tipo qualquer de instituição financeira.
buscando investimentosApesar de esses exemplos ilustrarem três tipos distintos de estratégia, em todos eles a sua empresa precisará inspirar um sentimento primordial: confiança. Ao considerar o risco de empatar o capital deles no seu negócio, quaisquer pessoas, sejam elas físicas ou jurídicas, privadas ou institucionais, desejarão sentir-se tranquilas quanto às perspectivas de sucesso no passo que estarão dando. Antes de trazer dinheiro para ajudá-lo a crescer, eles desejarão ter a certeza de que você sabe o que está fazendo, e que as suas ideias são realmente dignas de confiança.

Em um momento como esse uma Consultoria Empresarial competente pode simplificar, e muito, as coisas para o empreendedor. Grandes ideias, com excelentes perspectivas de sucesso, muitas vezes fracassam pela incapacidade do empresário em esquematizar de forma racional no papel o sonho genial que nasceu em seu cérebro. Um Consultor experiente, depois de escutar pacientemente a sua descrição do projeto, irá ajudá-lo a construir um documento onde a sua ideia seja transmitida com clareza às partes interessadas, de forma concisa e objetiva.

Leia mais:   Quanto custa um plano de negócio?

Se você for uma pessoa exigente, e desejar ficar longe de aventureiros e de curiosos, precisará caprichar no seu Plano de Negócios para atrair parceiros e investidores sérios, que não venham a causar-lhe problemas e dores de cabeça mais tarde. Se você se sente inseguro, ou simplesmente não sabe como redigir um documento desse tipo, não hesite em procurar um profissional competente. Se você for um aluno aplicado, poderá utilizar esse primeiro Plano feito com a ajuda de um Consultor, para redigir você mesmo um segundo, terceiro, ou quantos outros Planos de Negócio forem necessários na evolução futura dos seus negócios.

Consultores experimentados sabem muito bem que as pessoas possuidoras do capital que você deseja atrair são uma gente, antes de tudo, muito ocupada, que não tem tempo a perder. As entrevistas com essas pessoas, portanto, não costumam ser muito longas, e você precisará principalmente ser convincente com poucas palavras. Dependendo da situação, você poderá até mesmo ter a oportunidade de realizar uma apresentação de slides tipo Power Point para fortalecer os seus argumentos, mas nem sempre você terá essa sorte. Haverá ocasiões, por exemplo, em que você irá limitar-se a enviar o seu Plano de Negócios anexado a um email, e torcer para que ele cause uma boa impressão e você seja convidado a dar mais detalhes mais tarde.

Leia mais:   A consultoria na abertura de uma nova empresa

Tanto em um caso quanto no outro, as suas chances de sucesso serão infinitamente maiores se você estiver amparado por uma assistência profissional. Um Consultor experiente adaptará cuidadosamente a sua investida de acordo com o público alvo que você deseja atingir, valorizando ao máximo as virtudes da sua idéia, e ocupando de forma otimizada cada pequeno espaço aberto à sua estratégia.

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?