plano estratégicoAntes de tudo, você vai precisar de um plano específico para o seu negócio que contenha: o que precisa fazer, como fazer, quando fazer e por aí vai. Pode ser tudo muito simples, objetivo, com poucos tópicos, mas é um plano. E esse plano em geral é chamado plano estratégico empresarial.

Para elaborar esse plano o primeiro passo é descobrir qual é o seu problema. Ou qual é a sua meta. Muitas vezes não se trata de um problema, apenas um desejo de mudar.

Nós podemos dividir as metas ou problemas de uma empresa em apenas dois grandes grupos: os econômico-financeiros e os de qualidade de vida pessoal e profissional.

As Metas ou Problemas Econômico-financeiros

Estão nesse grupo as questões que no fundo se referem à mesma coisa: você quer lidar com questões que envolvem dinheiro. Ou você quer ser maior, ganhar mais ou quer estancar prejuízos.

O que você quer? Crescer? Aumentar os lucros? Aumentar a rentabilidade? Acertar o fluxo de caixa? Livrar-se das dívidas? Abrir uma filial? Sair da crise financeira? Aumentar suas retiradas? Fazer um novo investimento? Melhorar o caixa? Conseguir capital de giro? Vender a empresa? Capitalizar a empresa? E por aí vai.

São todas questões diretamente ligadas ao dinheiro. E pra conseguir isso existem vários caminhos, passando pela operação, marketing, gestão de pessoas, gestão de ativos, planejamento financeiro, comercial, etc.

Leia mais:   O crescimento do PIB e sua pequena empresa

plano estratégicoAs Metas ou Problemas de Qualidade de Vida Pessoal e Profissional

Estão nesse grupo as questões que no fundo se referem à mesma coisa: você quer melhorar sua qualidade de vida, pessoal, profissional ou as duas. Que, na prática, são só uma.

O que você quer? Trabalhar menos? Parar de executar tarefas que não gosta? Parar de trabalhar no operacional? Vender a empresa por que não gosta do que faz? Resolver uma briga com sócios? Melhorar o clima organizacional? Fazer novas coisas? Ter novos desafios? Sair da mesmice? Resolver problemas com familiares? Se encontrar?

E para conseguir isso existem também vários caminhos, onde destacam-se os trabalhos com as questões comportamentais, em especial dos sócios.

Você realmente sabe o que quer?

Qual é a sua meta principal? Onde você quer chegar? Não está confundindo meios com fins?

Como vê, tudo começa com as metas dos sócios. Que quase sempre são apenas desejos. Metas são desejos quantificados e planejados.

Voltemos à pergunta: como melhorar o meu negócio? Em resumo:

É preciso um forte desejo inicial;
O segundo passo é fazer um diagnóstico de toda a situação: sócios, empresa e mercado. Esse diagnóstico deve ser o mais preciso possível, pois informação é tudo.
O terceiro passo é transformar os desejos dos sócios em metas realistas, que respeitem o diagnóstico feito.
O quarto passo é montar um plano de ação para atingir as metas. Em geral é o mais fácil no caso de quem executou bem as duas tarefas anteriores.
Por fim, vem a implantação do plano.

Leia mais:   Por que é quase sempre errado ignorar as pessoas

Decepcionado?

Escreva em um papel o que já conquistou com facilidade na sua vida. Se tiver uma ou mais coisas, inspire-se nos exemplos e tente repetir a dose. Mas se sua lista ficou vazia, ou os exemplos não são viáveis de uma segunda safra, mãos à obra.

O resumo do resumo.

Para melhorar seu negócio é preciso desejo, técnica e determinação (ou muito trabalho).

flavio Flávio Barcellos
Especialista em consultoria em pequenas empresas, com 20 anos de experiência, tendo atuado pessoalmente em mais de 400 serviços. Especialista em programas de políticas públicas para pequenas empresas, com mais de 100 serviços prestados a órgãos públicos, associações empresarias, sindicatos e Sistema S. Consultor credenciado do SEBRAE. Engenheiro.

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?