como-saber-se-minha-empresa-esta-dando-lucro 6134Para gerir bem as finanças de sua empresa é preciso estar atento a todos os aspectos operacionais desta, e um dos principais indicadores que deve ser observado é o lucro. Neste post você vai entender melhor o que é o lucro, qual a demonstração contábil que apresenta este conceito, bem como sua diferença para lucratividade e a importância de diferenciar o lucro do seu fluxo de caixa.

O que é o lucro

Tanto o lucro quanto o prejuízo são valores que podem ser encontrados na Demonstração do Resultado do Exercício ou DRE como é mais conhecida, e representam o resultado do confronto entre as receitas os custos e despesas do mês.

Quando uma empresa tem lucro houve uma sobra entre seu faturamento e o valor dos gastos necessários para a sua atividade, já no caso de prejuízo o valor dos custos e despesas foram maiores do que o faturamento, indicando que a empresa pode estar passando por problemas.

Aqui é preciso atenção e conhecimento de sua atividade, já que algumas empresas precisam estar atentas à sazonalidade, que são épocas do ano com maior ou menor faturamento como, por exemplo, Páscoa, Dia das Mães, Natal e outros feriados

Lucro e Fluxo de caixa

Outra questão importante é diferenciar o conceito contábil do financeiro, já que muitas das receitas e também das despesas não, necessariamente, ocorreram da forma financeira, uma vez que é comum que as empresas trabalhem com vendas e pagamentos a prazo.

Leia mais:   Você já submeteu a sua empresa a uma auditoria interna?

Diferença entre lucro e lucratividade

Outro conceito importante e que deve ser entendido para uma boa gestão é o conceito de lucratividade. Para calcular a lucratividade de sua empresa basta dividir o lucro pelo faturamento, assim, se você tem um faturamento de R$80.000,00 mensais e um lucro final de R$10.000, a sua lucratividade é de 12,5%.

E como saber se este valor é bom ou ruim? É muito comum que sejam utilizadas empresas do mesmo setor para uma comparação de lucratividades e assim, é possível verificar se sua empresa está na média ou não. Além disso, como já foi dito, você deve ser lembrar que, não necessariamente, o lucro é revertido em caixa, então é preciso observar o percentual de suas vendas que foram feitas a prazo, assim como o valores a pagar.

Como gerir melhor seu lucro

Agora que você já sabe que a DRE é a demonstração que apresentará o seu resultado do período, que tal melhorar a sua gestão? Observe com cuidado quais são as despesas e custos do período e faça a comparação com outros períodos. Com esta análise você saberá quais são os valores que mais impactam no seu resultado e, além disso, aqueles que estão subindo muito.

Com isto, é possível substituir ou cortar algumas despesas, como é o caso do gasto com telefonia, procurando planos diferenciados ou outra operadora. Caso o imóvel utilizado pela empresa seja de aluguel, que tal renegociar o contrato ou procurar outro imóvel com um valor mais baixo? Outra forma de melhorar o seu resultado é conhecendo detalhadamente o custo de cada produto, e investido naqueles que tem um menor custo com um maior retorno.

Leia mais:   Motivos pelos quais empreendedores evitam fazer um plano de negócios

Outro cuidado necessário é o equilíbrio entre os prazos de recebimento e pagamento, já que isto pode gerar problemas de caixa para a sua empresa.

Neste post você viu o que é o lucro e como ele pode ser identificado na DRE, também observou a diferença entre este conceito e o de lucratividade, assim como entendeu como poderá gerir melhor os seus resultados e as finanças de sua empresa. Se você tiver alguma dúvida ou algo a acrescentar, não se esqueça de deixar nos comentários.

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?