Quero Consultoria

Preencha nosso formulário, logo entraremos em contato.

O que tem valor em uma empresa em crise?

Na avaliação de uma empresa, em crise ou não, quatro itens são os mais importantes na determinação do seu valor:

  • Faturamento
  • Lucratividade
  • Patrimônio líquido (Ativos menos os Passivos)
  • Tendência de mercado

Como toda empresa tem faturamento, ela já tem algo a vender. E como toda empresa tem uma estrutura produtiva, tem algo mais a vender.  Em geral os problemas de uma empresa em crise estão em um ou mais dos demais itens: lucratividade (está tendo prejuízo operacional), passivos (muitas dívidas) e tendência de mercado (está em decadência). Assim, é preciso calcular o patrimônio líquido, calcular o resultado operacional (lucratividade) e pesquisar qual qual a tendência de mercado para ela. Essas são as principais etapas de avaliação de uma empresa.

Para saber mais detalhes, recomendamos a leitura do artigo Avaliação de Empresa: o que é e como é feita?,

Primeiro passo: Avaliação da Empresa por especialistas

Para vender qualquer empresa é recomendável contratar consultores especialistas em avaliação de empresa. Mas no caso de empresas em crise, isso é essencial, pois envolve muitas áreas do conhecimento empresarial. É preciso ter em mente que vender uma empresa pode demorar, ou seja, há risco de não conseguir manter aberta até vender. Assim, é preciso ter todo um planejamento para isso não acontecer.

Repetindo, o primeiro passo é fazer uma avaliação da empresa em crise com profissionais experientes, pois eles darão esse veredito. E darão valor às chamadas partes boas da empresa e aos passivos. E dirão se a empresa tem um valor positivo ou negativo. Por fim, farão o planejamento de gestão em crise e de venda.

Segundo passo: decidir o que vender

Se a avaliação de uma empresa em crise der uma valor positivo, a questão é mais fácil. O empresário pode vender a empresa e sair com esse valor no bolso. Mas se der um valor negativo, ele tem duas opções:

  • vender a empresa toda pagando diferença para o comprador ficar com ela, caso raríssimo; ou
  • vender o que tem valor, clientela e ativos produtivos, ficar com o  CNPJ e ficar com parte ou toda a dívida.

Na prática, o que acontece é a segunda situação. O desafio aí é como fazer a venda sem que o negócio perca faturamento e que todos os ativos de produção sejam inclusos no negócio. É fundamental não interromper a produção e vendas aos clientes da empresa durante o processo de venda e transferência dela. Se a produção tiver que ser interrompida por muito dias, ocorre uma forte perda de valor dos ativos, pois os clientes da empresa podem migrar em definitivo para a concorrência.

A questão  do comprador permanecer nas mesmas instalações da empresa é outro grande desafio, pois pode caracterizar a sucessão junto aos credores. Mas isso pode ser resolvido em muitos caso, em especial liquidando todo o passivo trabalhista, a questão mais delicada por todos os aspectos. Honrar os passivos trabalhistas deve ser a meta principal de quem quer ficar sem ou com poucos problemas futuros.

Terceiro passo: achar compradores

Existem basicamente dois caminhos para vender uma empresa em crise, ou qualquer empresa:

  • Anunciar em sites especializados, que tem baixa efetividade e expõe a empresa, mas às vezes é a única opção; ou
  • Contratar corretores de empresas, que possuem metodologia de venda sem expor a empresa.

Em geral, os compradores de maior potencial são concorrentes diretos ou indiretos. No caso das empresas em crise, não expor a fragilidade da empresa para eles e clientes assume especial importância, tornando a utilização dos corretores extremamente recomendável. Existe uma metodologia para ser feito isso, que exige utilizar pessoas que não são da empresa no processo.

Conclusão

E voltamos aqui ao primeiro passo, que é fundamental fazer primeiro a avaliação de uma empresa em crise por especialistas. Não tenha a menor dúvida que tudo começar por aí, pois a avaliação de uma empresa em crise  é um serviço dois em um. Junto da avaliação é elaborado  um plano estratégico para resolver a situação.

Nós conhecemos vários casos em que isso não foi feito e o resultado final foi um desastre. Os sócios ficaram com muitos e duradouros problemas que eram evitáveis.

Sucesso.

Flávio
Flávio Barcellos Guimarães
Consultor
CEO ProLucro

ABRIR UM NOVO NEGÓCIO

Plano de negócios

Começar do zero, abrir uma filial, comprar uma empresa aberta, entrar de sociedade, investir nos outros…
A ProLucro vai te auxiliar.
Saber mais

MELHORAR MEU NEGÓCIO ATUAL

VAMOS LÁ!

Organizar, crescer, aumentar o lucro, sair da crise, trabalhar com mais prazer, trabalhar menos, fazer minha sucessão…
A ProLucro vai te auxiliar.
Saiba Mais

CONSULTORIA ONLINE

VAMOS LÁ!

Conte com nossos profissionais para aumento do desempenho e sucesso do seu negócio.
A ProLucro vai te auxiliar.
Saiba Mais

SABER QUANTO VALE MEU NEGÓCIO

VAMOS LÁ!

Querem comprar meu negócio, às vezes penso em vender, tenho um investidor interessado, quero saber o valor da minha empresa…
ProLucro vai te auxiliar.
Saiba Mais

Compartilhe

Quer conversar com um consultor sem compromisso?

Quero!

Preencha nosso formulário, logo entraremos em contato.

Cadastre-se em nossa Newsletter

Receba dicas e novidades exclusivas da ProLucro direto em seu e-mail.