Feira de NegóciosFeiras de negócios estão entre os pouquíssimos veículos de vendas e de marketing que não mudaram muito na era da “digitalização.” Elas podem ser um desperdício de dinheiro mas, às vezes, podem compensar. Pequenas empresas em particular frequentemente chegam ao fim dessas feiras perguntando a si mesmas se esse dinheiro não poderia ter sido empregado de uma maneira melhor.

Mas se você for um marinheiro de primeira viagem e estiver abrindo um novo negócio utilizando-se de recursos próprios, uma feira de negócios pode ser uma das ferramentas mais baratas, fáceis e eficientes que estarão à sua disposição. Não arrisque o seu escasso dinheirinho montando um stand próprio logo de cara: simplesmente vá passear na feira como um visitante qualquer. Esse é o conselho do consultor Michael Hess que, recentemente, reservou vários dias para percorrer os corredores de uma feira dedicada a uma indústria que ele conhece pouco, e na qual ele pretende investir no futuro.

Para ele, investir numa visita a uma feira dá-lhe a chance de realizar uma abrangente e concentrada coleta presencial de informações. Aqui estão algumas áreas nas quais o seu crachá de visitante, ainda segundo Hess, pode tornar-se o ticket para você adaptar e lançar o seu próprio negócio:

Avaliação do ambiente competitivo:

Graças à turma boa do Google, você pode descobrir um monte de coisas sobre uma empresa sem jamais abandonar o conforto da sua poltrona favorita. Mas da mesma maneira que você não pode experimentar a comida no website de um restaurante, você também não é capaz de sentir o pleno sabor de um negócio pela mera observação da sua representação online. A feira de negócios oferece-lhe uma ideia melhor de quem são os atores – e de que posição eles ocupam na cadeia alimentar. Ela é a única maneira prática pela qual você pode ver a maioria dos seus competidores potenciais – o que eles estão vendendo e como estão vendendo, tudo ao vivo e em um único lugar.

Leia mais:   Marketing de Relacionamento: A satisfação e fidelização do cliente

Avaliação de demanda e popularidade:

Preste atenção no tráfego de stands individuais em relação à frequência geral da feira. Caminhe por qualquer um desses eventos, e você verá alguns stands entupidos de visitantes. Por outro lado, existem outros onde os expositores ficam lá sentados, conversando uns com os outros, fazendo lanche, lendo e-mail, ou mesmo cochilando. Um stand morto pode significar que a empresa escolheu o evento errado (você já deve ter visto gente exibindo bichinhos de pelúcia em feiras de eletrônicos), ou que ela não fez um bom trabalho no sentido de montar um stand atraente, mas em regra geral isso é simplesmente um indício de que os frequentadores não estão interessados naquilo que os expositores têm para dizer ou vender.

Aprender como a indústria funciona:

Não importa se você está visitando uma verdadeira feira mercantil (que por definição é um evento “fechado” de empresários para empresários), ou uma feira aberta voltada para o consumidor, podem-se garimpar informações preciosas sobre a maneira em que as coisas são feitas na área escolhida por você. Quais são os canais de vendas e os modelos típicos de distribuição? Empresas pequenas têm um peso significativo na indústria, ou ela é dominada por gigantes? Quando abordados em pessoa os atores são geralmente afáveis, ou você sente uma vibração cínica e cara-dura? Há pessoas de perfil particularmente elevado que todo mundo conhece (ou deveria conhecer)? Mergulhe de cabeça na feira. Afinal de contas, esse é o universo no qual você pretende passar grande parte da sua vida.

Leia mais:   Praticando o marketing na sua empresa

Instrua-se na feira:

Quase toda feira de negócios possui uma ampla oferta de seminários e palestras. Eles podem custar um dinheiro extra, e alguns são melhores que os outros, mas vale a pena checar o que está sendo oferecido quando você inscrever-se para obter um passe. Você bem pode encontrar uma classe que acrescente algo de valor ao seu conhecimento.

Fazendo as suas próprias decisões de marketing:

A área da feira é uma overdose para os sentidos, mas as suas luzes brilhantes refletem-se em todo tipo imaginável de produto, serviço, marca e tática de marketing de uma indústria. Você pode coletar literatura (sim, eles ainda imprimem essas coisas), escutar os argumentos dos vendedores, e juntar subsídios para ajudá-lo a decidir-se (ou não) a abrir o seu próprio stand em algum ponto do futuro. Converse com alguns dos pequenos expositores lá presentes, e pergunte-lhes o que eles estão achando da feira. Muitos deles ficarão felizes em compartilhar a sua experiência e as suas opiniões. Não se esqueça, porém, de conversar com eles somente quando estiverem desocupados. Não há nada que um expositor odeia mais do que alguém alugando o seu ouvido quando eles estão tentando fechar um negócio.

Com certeza, as informações coletadas em uma feira de negócios não constituem uma ciência exata, e você deverá aplicar algum julgamento às conclusões que tirar de uma visita. Uma feira, afinal de contas, não passa de um show, e como qualquer outra forma de publicidade tem como objetivo acender um brilhante holofote sobre uma empresa e os seus produtos. Mas mesmo compreendendo que trata-se de um ambiente artificial de negócios, uma exibição continua a ser um jeito único e efetivo de ter-se uma ideia de onde estamos pisando.

Leia mais:   Informativo nº30: Falta pouco pra metade do ano. E suas metas?

Um último benefício de um passeio por uma feira – você não precisa deixar o salão de exposições para comprar souvenirs. Após um único dia de via-sacra pelos stands você pode encher um enorme saco de bolas anti-stress de borracha, canetas, chaveiros, adesivos e outras quinquilharias. As suas crianças vão adorar, e você poderá aprender uma preciosa lição de como não desperdiçar o seu dinheiro.

Feiras de negócios podem estar entre as estratégias de marketing recomendadas para uma empresa como a sua, não de forma isolada, mas inseridas em um Plano de Negócio ou no contexto de um Planejamento Estratégico Empresarial, e tanto um quanto o outro estão entre os muitos produtos consagrados da ProLucro. Discuta com os nossos consultores se esse tipo de evento é bom para você.

Marco Fernandes

Related Post

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?