E suas metas?Hoje, 2 de junho, é a primeira segunda-feira do mês que fecha a metade do ano.

Não fuja. Abra agora seu plano estratégico 2014 e veja como vão suas metas. Ainda dá pra cumprir tudo até dezembro? Está na dúvida? Ainda faltam seis meses. Corra atrás. E parabéns por praticar o planejamento estratégico empresarial. Isso já te coloca em uma seleta minoria de empresários realmente organizados. Estudos do PNUD / ONU comprovam que as duas características comportamentais mais recorrentes nas pessoas de sucesso são ter metas e planejar como alcança-las. Mesmo na vida pessoal.

Ah! Você tem plano estratégico, mas só não colocou no papel. Prefere deixar tudo na cabeça. Tudo bem. Então pegue agora um pedaço de papel e repasse seu plano. Conseguiu lembrar de todas as metas? E também das ações para alcança-las? Lembrou de tudo? As metas vão ser cumpridas?

Você pode dizer que sim, mas vou te confessar: não acredito em planos que não vão para o papel. Em geral é uma lista de desejos, não de metas, e sem plano de ação. Meta tem que ter números claros, objetivos. E o plano para atingi-las tem que listar as principais ações a serem executadas, por quem, quando e a que custo. Isso é um plano estratégico. Pode e deve ser tudo simples, mas escrito. Esse papel é frio, calculista, e não vai te deixar sair pela tangente. Mentir pra você mesmo.

Eu tentei achar agora, e não consegui, um estudo que mostra que quem escreve suas metas tem 30% mais de chances de cumpri-las. Faz sentido. É mais difícil abandonar algo escrito. Tenho experiência própria. Uma vez, 15 anos atrás, em um momento ufanista, eu escrevi na parede do banheiro lá de casa que…não vou contar. Mas essa frase, essa meta, escrita à lápis em um azulejo, me persegue até hoje só por que eu a escrevi. E não consigo abandona-la. Coloquei o chapéu muito alto. Mas ainda estou correndo atrás. Persistindo. Há 15 anos.

Leia mais:   O mito do trabalho duro x trabalho inteligente

Opa. Quase me esqueci da maioria. Será que você está é nela? É a turma que não tem meta e, óbvio, não tem planos para a empresa. É a turma do “Vida leva eu”. Muito bonito, mas pro Zeca Pagodinho. Olha a conta bancária dele.

Pense em um rio, grande, lento, navegável, como a vida. Pra você ficar com seu barco parado  no meio do rio é preciso remar, às vezes mais, às vezes menos, pois a correnteza varia com as estações. Não precisa remar demais, mas se não remar, desce rio abaixo. E, pra voltar pro mesmo lugar, tem que remar mais depressa que o rio desce. E pra subir ainda mais o rio, chegar mais perto da cabeceira, tem que remar mais depressa e muito tempo. E quanto mais perto da cabeceira, mais estreito é o rio, quase sempre mais forte a correnteza, e sempre com algumas corredeiras e cachoeiras. Dá trabalho chegar e ficar lá, mas a vista é linda. Só acho que não vale à pena se pra isso tiver que chegar machucado pelo excesso de esforço.

Onde você quer ficar no rio é uma escolha pessoal. E nem sempre fácil de ser alcançada. Mas não se esqueça, até pra ficar parado no rio é preciso esforço. E esforço planejado é esforço menor. E se fizer tudo certinho muito tempo, uma hora você consegue comprar uma âncora. Mas tem que ser uma boa âncora, daquelas que aguentam segurar o barco mesmo em tempestades.

Leia mais:   Como escolher um nome para a sua empresa

Isso é tão verdade para uma empresa…

Bom, o ano não acabou. Está quase na metade, mas ainda tem muito tempo.

Voltando às metas e planos…

Chega por hoje. Abração pra todos. E não se esqueçam de ler um pouquinho do que o Marco está coletando mundo à fora e traduzindo pra vocês. Tudo fresquinho. É só clicar aqui. Tem muita novidade até pra nós. Só não acredite em tudo.

Flávio Barcellos Guimarães
Diretor

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?