Saiba como a Inteligência Competitiva pode melhorar as vendas!Você já ficou curioso para saber quais são as estratégias utilizadas pelos seus concorrentes que mais geram vendas? Qual a percepção do consumidor sobre determinado produto, promoção ou concorrente? Como outros segmentos do mercado disputam a atenção e o bolso de um mesmo comprador e como isso influencia no faturamento de sua empresa? Se você teve essas dúvidas ou sobre como sua empresa poderia se beneficiar dessas informações de maneira estratégica, então você já pensou em utilizar a Inteligência Competitiva no seu negócio.

Em sua essência a inteligência competitiva é o que permite às empresas planejarem seu posicionamento de mercado, a maneira como os clientes a percebem, como se diferenciam de seus concorrentes, além de ser o que permite que o gestor defina estratégias diferentes para os distintos produtos e serviços oferecidos aos mais diversos nichos ou segmentos do mercado.

Neste post, vamos entender melhor o que é inteligência competitiva, quais são os principais erros das empresas que não a usa e como alguns dados internos e externos à empresa podem ser usados para dar maior inteligência de mercado às suas decisões.

O que é inteligência competitiva?

Inteligência de mercado, Business Intelligence ou inteligência competitiva são sinônimos e utilizados para conceituar a atividade de pesquisar, agrupar e dar significado às diversas informações sobre o cliente, os concorrentes e o mercado de atuação de uma empresa que podem ser coletados nos mais diferentes canais, como redes sociais, pesquisas realizada pela empresa ou disponibilizadas por outras instituições, fornecedores que também interagem com os concorrentes e até, dados internos da própria empresa.

Leia mais:   Todo negócio precisa de um plano estratégico empresarial

O principal benefício em se usar essa coleta e sistematização dos dados é poder antecipar tendências e cenários do mercado e tomar decisões de curto, médio e longo prazo com o apoio desses dados e não apenas baseado na sensibilidade do empreendedor ou de seus colaboradores.

Quais são os principais erros cometidos por empresas que não usam inteligência competitiva?

Errar na estratégia de posicionamento da empresa ou vender um produto sem diferenciais e lucrar abaixo do ideal é o principal erro das empresas que não usam a inteligência competitiva. No primeiro caso, a empresa pode ir à falência, já no segundo, ela pode não trazer os retornos esperados para o investimento realizado pelo empreendedor.

Imagine que você tem uma loja de roupas que compra grandes lotes de mercadoria e as revende a um preço bem baixo. Agora pense em qual é o público que melhor se encaixa à estratégia de preço baixo: classe A, B ou C? Qual o local que ele frequenta para comprar roupas? Quais redes sociais usa e que você poderia fazer anúncios segmentados para esse público? Agora pense se você decidir que sua loja ficará na rua Oscar Freire, em São Paulo, famosa por reunir lojas de grifes e por ser frequentada por artistas, modelos e pessoas da classe A, sua empresa certamente faliria, não é mesmo? Por isso a inteligência competitiva é usada para definir as melhores estratégias de marketing, vendas e fidelização de clientes, baseadas nas características, necessidades e desejos que seus consumidores demonstram.

Leia mais:   Controle Financeiro: Otimizando a Gestão do Seu Fluxo de Caixa.

O contrário do exemplo também poderia acontecer, os clientes poderiam estar dispostos a pagarem muito mais por um produto, por entenderem seus diferenciais e sua empresa poderia estar cobrando muito menos por eles. Pense nas cervejas artesanais, muitas chegam a custar mais de R$ 50,00 uma garrafa com apenas 600 ml, enquanto as cervejas oferecidas pelas grandes marcas custam menos de R$ 10,00 o litro.

Por isso, passe a coletar e sistematizar os dados gerados no interior de sua empresa, como os das campanhas de marketing, do histórico de vendas, da gestão do estoque, e até do fluxo de caixa e de contas a pagar e a receber e passe a compará-los com os dados de seus concorrentes, por aqueles fornecidos em pesquisas ou até elabore algumas pesquisas próprias com seus concorrentes, mercado e consumidores. Desta forma seu planejamento no curto, médio e longo prazo serão mais assertivos e garantirão mais inteligência competitiva para sua empresa.

Sua empresa já utiliza ou vai passar a usar a inteligência competitiva na hora de elaborar seu planejamento de vendas? Deixe um comentário falando um pouco mais de sua experiência!

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?