Minimizar riscos: um dos principais ingredientes do sucessoIniciar o seu próprio negócio é um passo importante, permitindo que você trabalhe para si mesmo, fazendo aquilo que gosta. Como empreendedor, você tem múltiplas preocupações na sua bandeja, e precisa administrar os problemas à medida que eles aparecem. Ainda que não existam garantias para o sucesso do seu negócio, um jeito prático para evitar um final prematuro para os seus sonhos empresariais é tomando-se precauções extraordinárias a fim de reduzir os riscos que ameaçam o seu negócio. Negócios são naturalmente arriscados por envolverem uma série de variáveis imprevisíveis, portanto, se você optou por fazer esse investimento, ou pretende fazê-lo no futuro, considere algumas regras básicas para minimizar os riscos que certamente estarão no seu caminho.

Tenha um plano nas mãos.

Iniciar um negócio na ausência de um plano é um salto no escuro. Quanto maior o seu planejamento antecipado, menos correria e dor de cabeça você terá mais tarde, e maior a probabilidade de que você tenha um curso de ação inteligente para seguir na hipótese tanto de vitória quanto de dificuldades. Se você pensou seriamente em abrir um negócio, você sem dúvida vem trabalhando em um plano de negócios. Quando você estiver realmente pronto para abrir as portas do seu negócio, quebre esse plano em partes menores de forma a incluir detalhes mais intrincados, informações específicas, prazos fatais, e projeções. Se o seu negócio já estiver em funcionamento, componha um plano estratégico anual, e então mantenha o curso depois de trazer a sua equipe a bordo.

Leia mais:   Controle Financeiro: Otimizando a Gestão do Seu Fluxo de Caixa.

Associe-se a alguém experiente.

Uma boa ideia para minimizar os riscos de longo prazo do seu plano estratégico é trabalhar com um auditor interno capaz de avaliar os riscos que ameaçam a sua empresa. Além de avaliar os fatores de risco, auditores internos podem ajudar a assegurar que processos de conformidade e de regulamentação sejam obedecidos, auxiliar na priorização eficiente da resposta aos riscos que forem identificados, e otimizar o sucesso das respostas a riscos que ocorrem e resultam em efeitos adversos. Se você tem dificuldades com o aspecto financeiro da administração do seu negócio, não lute sozinho. Contrate um profissional capaz de suprir-lhe uma atualização precisa de onde a sua empresa se encontra, e alertá-lo para quaisquer riscos futuros baseados em tendências do mercado, fatores econômicos, ou gastos corporativos.

Maximize os seus sucessos.

A Microsoft é uma das companhias de maior sucesso da história, mas na sua história de sucessos não falta uma justa fatia de fracassos. O grande trunfo da Microsoft é a sua habilidade em maximizar os seus sucessos. Você pode copiar essa tática estando plenamente preparado a suprir um excelente serviço de suporte ao consumidor, e trabalhando continuamente no sentido de aperfeiçoar processos de negócios. Sim, o seu negócio terá pontos fracos. Esses pontos fracos deverão ser avaliados e corrigidos, mas não se esqueça dos seus pontos fortes. Maximize os seus pontos fortes para que a sua empresa não esteja vulnerável se algum desastre atingi-la.

Leia mais:   Separando as finanças empresariais das finanças pessoais

Negócios são negócios.

Deixar-se dominar por um envolvimento emocional excessivo com um projeto ou contrato pode levar a uma tomada de decisões falha, que pode custar-lhe caro no final. Conserve a objetividade e documente os seus progressos rumo às metas. Uma detecção e resposta prematuras são essenciais à eliminação de fatores de risco ainda na raiz. Sim, você estará emocionalmente ligado ao seu negócio – especialmente se tratar-se de algo que o apaixone. Entretanto, a presença de parceiros e empregados capazes de oferecer-lhe perspectiva, e impedindo-o de tomar decisões baseadas na emoção, ajudará a garantir que você nada faça do que mais tarde possa arrepender-se.

Saiba quando impor limites às suas perdas.

Fixe um patamar de até onde você está disposto a estender os ativos do seu negócio e os seus investimentos pessoais, documente essa informação, e então comprometa-se a respeitá-lo. Se você vir-se tentado a ultrapassar esse patamar, discuta as suas opções e tenha os seus riscos avaliados por um especialista antes de tomar qualquer decisão. Muitos negócios metem-se em encrencas quando atropelam orçamentos, planos e outros padrões que foram previamente convencionados. Sim, às vezes você tem de desviar-se do plano, mas em outras você precisa respeitar os limites e estancar as suas perdas a fim de salvar o seu negócio.

O sucesso do seu negócio depende de você. Hábitos empresariais voltados para a minimização do risco constituem uma grande parcela do seu sucesso, e vale a pena investir tempo e energia nesses hábitos. Planeje, fiscalize, documente, comprometa-se – e vença.

Leia mais:   7 ferramentas de gestão de vendas que você precisa conhecer

Marco Fernandes

ProLucro Consultoria Empresarial

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?