Planejamento-EstratégicoResenha da Monografia apresentada como requisito para a obtenção do Grau de Bacharel em Ciências Contábeis da Faculdade Lourenço Filho, pela autora, Zélia Medeiros Rodrigues, no ano de 2010.

Com as constantes mudanças e aumentos na competitividade entre as micro e pequenas empresas, faz-se necessário cada vez mais uma política especializada de gestão.

As micros e pequenas empresas, sendo boa parte empresas familiares, ocupam um espaço importante na economia brasileira, existindo, assim, de várias formas, ramo de atividade, padrões e competitividade. No entanto muitos empresários não estão preparados para essa competitividade.

A falta de ferramentas gerenciais e atitudes empreendedoras chegam a afetar o desenvolvimento dessas empresas. O planejamento feito de forma eficiente nessa era de mudanças é um dos grandes desafios do empreendedor dos tempos atuais.

Dentro desse quadro, fica claro que os candidatos a empreendedores devem estar preparados e prontos para fazerem o uso das mais diversas ferramentas que possam ajudá-los a alcançar o sucesso em suas empresas e a prolongarem o tempo de vida de seus empreendimentos.

O mercado exige uma demanda cada vez maior de profissionais especializados que possuem uma ampla visão. O Setor da Controladoria ajuda o profissional a ter essa visão ampla, atuando nas áreas econômica e financeira, e por sua vez, facilitar a tomada de decisão por parte dos executivos da empresa.

Quando a controladoria é implantada em empresas familiares, rotinas são mudadas. Para tanto, o comportamento dos envolvidos incorpora novos hábitos e passam a ser aceitos como regra, melhorando o funcionamento das empresas.

Leia mais:   Importância do Plano de Negócios

Algumas empresas trabalham com uma estrutura enxuta com falta de capital para investimento, contas pessoais misturadas com as da empresa, informalidade, entre outras complicações. Desta forma, o proprietário tem que “matar um leão por dia” para sobreviver.

Caracterizada assim, a gestão de algumas empresas encontra-se com complicação para conseguir tempo e planejar-se, saber onde se encontra economicamente dentro do mercado, onde quer chegar e qual caminho a seguir.

Dessa forma, o desempenho de uma empresa de pequeno porte é influenciado por diversos fatores. Isso, por sua vez, impossibilita a relação direta com o planejamento.

O ideal seria que os empresários de micro e pequenas empresas dediquem-se mais o tempo do seu trabalho voltado para a parte estratégica, até porque um Planejamento Estratégico para ser eficiente deve ter continuidade, se adaptando sempre às mudanças que vão surgindo na empresa, no mercado ou na economia.

É possível concluir que são poucas as empresas que planejam um caminho a percorrer, no papel, fazendo anotações e cálculos, tentando prever o futuro.

Dessa forma para um controle total, as microempresas precisam seguir todos os passos do processo de gestão, conduzindo corretamente para atingir os resultados desejados.

Sendo assim, pode-se dizer que as empresas que morrem antes dos cinco anos, tiveram algum problema de gestão, dentre outros.

ProLucro

Related Post

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?