Windows XP presa fácil para hackersO Windows XP está com os seus dias contados, e os experts dizem que as empresas que não realizarem o upgrade estarão basicamente enviando um convite aberto aos cyber-criminosos.

A partir de 8 de abril de 2014, a Microsoft não mais suprirá atualizações de segurança, ou “patches,” para o seu sistema operacional conhecido como Windows XP. Isso significa que os computadores rodando o XP – e mesmo máquinas como caixas eletrônicos – estarão em grande medida desprotegidos contra virus e cyber-ataques.

Ainda que a Microsoft tenha-se recusado a revelar quantas pequenas empresas atualmente utilizam o Windows XP, o centro de pesquisas Forrester Research estima que cerca de 6% dos PCs da companhia ainda estarão usando o produto por volta do prazo fatal em abril. Os experts dizem que estas são predominantemente empresas pequenas e médias.

“Há um ano atrás, 35% das pequenas empresas nossas clientes (cerca de 1 milhão de máquinas) estavam ainda no XP,” diz Sergio Galindo, gerente-geral da GFI Software, que oferece consultoria em TI (Tecnologia da Informação) a pequenas e médias empresas. “Eu mal pude acreditar.” (Desde então este número caiu para cerca de 23%.)

O que vai acontecer a essas empresas em 9 de abril? Não muita coisa – a princípio, diz Galindo. O XP continuará a funcionar, e as empresas que dependem dele continuarão a funcionar.

Mas os riscos vão acumular-se com o tempo.

Leia mais:   O crescimento do PIB e sua pequena empresa

“É como o prazo de validade do leite,” diz Galindo. “Se você bebê-lo um dia depois de vencido, está tudo bem. Mas depois de um mês, o risco é exponencialmente maior.”

Esse risco não pode ser negligenciado, diz Thomas Hansen, vice-presidente da MSFT (Pequenas e Média Empresas em Microsoft). De fato, as pesquisas da própria Microsoft têm demonstrado que o Windows XP, lançado em 2001, é cinco vezes mais suscetível a virus e cyber-ataques do que o Windows 8, o seu mais recente sistema operacional.

A Microsoft anunciou em setembro de 2007 que estava planejando descontinuar o Windows XP, a fim de dar ao público tempo suficiente para prevenir-se.

“O mundo e a tecnologia estão avançando,” diz Hansen. “Esta é uma tecnologia velha de uma década, que não cabe mais no mundo moderno.”

A migração para a nova plataforma exige que as firmas invistam em novos software e hardware. Os upgrades podem custar desde várias centenas a milhares de dólares, dependendo do tamanho da empresa e da idade das máquinas.

“Se você ainda estiver rodando um XP, as chances são de que o seu computador tenha ao menos 10 anos de idade,” diz Galindo. “As empresas estarão bem melhor ao atualizarem o seu equipamento, de um jeito ou de outro.”

Em média, as pequenas empresas gastam mais de $400 em reparos com os PCs que têm quatro anos ou mais de uso, diz Hansen.

Leia mais:   O óbvio para sua empresa sobreviver na crise - A Percepção

“Rodar tecnologia velha é dispendioso, e isso entrava a produtividade,” ele disse. “Mas você pode obter um novo PC rodando em Windows 8 por praticamente o mesmo preço.”

O Dr. Omar Ibrahimi pretende gastar muito mais do que isso para fazer o upgrade dos sistemas em sua clínica de dermatologia em Stamford, Connecticut.

“Todos os nossos computadores rodam em Windows XP, e temos investido um monte de dinheiro em nossos sistemas,” ele disse. “A decisão da Microsoft de tirar o suporte ao XP está incomodando um bocado de gente.”

Ibrahimi espera gastar entre $15.000 e $20.000, o que incluirá a compra de novas máquinas e a contratação de consultores de TI para ajudar na instalação e no treinamento.

Eric Marcus pôde observar os dois lados da questão. A sua firma de TI, Marcus Networking em Tempe, Arizona, atende a pequenas e médias empresas, e realizou upgrades em mais de 1.400 estações de trabalho nos últimos cinco meses.

Ele também gastou $20.000 na substituição de 15 laptops em seu próprio negócio, por máquinas rodando o Windows 7.

Este é um custo previsto em seu orçamento, mas muitos de seus clientes penaram com a despesa. “Eles têm de pagar pelo nosso tempo, além do novo equipamento. Tudo isso vai juntando no final,” ele disse.

E algumas das empresas, ele descobriu, instalaram programas proprietários incapazes de rodar fora do Windows XP.

Leia mais:   Conheça a importância da inovação em tempos de crise

Thomas Hansen, da Microsoft, diz que a companhia está ciente desse problema e está trabalhando com os desenvolvedores de software. “Ainda não temos a resposta perfeita de como solucionar essa situação,” ele disse.

Marco Fernandes

ProLucro Consultoria Empresarial

Atualização: Brecha de segurança no Internet Explorer afeta 100% dos usuários e torna-se extremamente grave no Windows XP. Veja mais detalhes em http://tecnoblog.net/155572/internet-explorer-brecha/

Alguns vídeos que podem lhe interessar:

O que é e quanto custa um PLANO DE NEGÓCIO?
O que é e quanto custa um PLANO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL?
O que é e quanto custa uma AVALIAÇÃO DE EMPRESA?